Campanhas continuadas de orientação e testagem baixam os índices de prevalência

 

Prezados amigos e parceiros,

Iniciamos o ano com nossa rotina de atividades, dentre elas, ação de orientação à prevenção e testagem rápida para a Hepatite C.

Nos dias 23 e 24 de janeiro passado estivemos com nosso Corpo de Voluntários adm e técnico mais uma vez no Poupatempo de Santos ( algumas fotos em anexo), quando testamos 881 pessoas, tendo 5 resultados de triagem Anti_HCV reagentes, o que representou 0,6% de prevalência, com 85% dos testados inclusos na faixa etária de 30 à 70 anos. Desses, três não sabiam da possibilidade de estarem infectados e os outros dois já foram experimentados em tratamentos sem êxito e estavam há muito tempo sem acompanhamento, e assim foi proposto, a exemplo dos demais, o encaminhamento (pré-agendado) para ambulatório referenciado do SUS para investigação disgnóstica e consequente tratamento e/ou monitoramento.

Da mesma forma que ocorreu em outros segmentos com público geral, e mesmo nos de maior vulnerabilidade como entre outros o Porto, a repetição anual da ação ao longo dos anos ( O Porto e o Poupatempo por exemplo já realizamos a campanha há mais de 8 anos), tem apresentado a diminuição dos indices de prevaléncia de uma forma importante.

Como dissemos no Poupatempo, a média de prevalência para campanhas de um à cinco dias nos últimos anos foi caindo desde 1,8% até os 0,6% desse ano conforme citamos acima.

No Porto de Santos, com campanha prioritariamente direcionada aos estivadores, na primeira ação de orientação à prevenção às HV e testagem da Hepatite C em 2007, a prevalência indicou o alarmante índice de 7,2%, e há 4 anos, com a fidelidade da repetição da ação anualmente os índices dificilmente alcançam 1%, ficando assim abaixo das estimativas de prevalência dos órgãos oficiais de saúde.

Com esse visível resultado exitoso, ratificamos o que as sociedades médicas, os especialistas e a sociedade civil e as próprias gestões de saúde pública das 3 esferas consensuam de que deverá ser a cada dia ampliada a oferta da testagem sorológica para as hepatites Virais, e em especial o teste rápido para a Hepatite C, uma doença assintomática, com altíssimo indice de cronicidade, que apresenta graves formas evolutivas, que mais de 70% das pessoas infectadas ainda não sabem dessa sua condição, que é a maior causadora de cirrose hepática e da indicação para transplante de fígado, mas que TEM CURA!!!

Além de nosso Corpo de Voluntários, dos serviços de saúde de nossa região, da Secretaria de Estado SP e Ministério da Saúde, agradecemos também à todas as instituições públicas ou privadas que tornaram-se fortes e fidelizados parceiros do Grupo Esperança nas ações de orientação à prevenção das Hepatites Virais, com testagem rápida para a Hepatite C, e assim pudemos compartilhar a satisfação que a atividade traz no exitoso resultado de promoção à saúde da população frente à essa complexa e incidente enfermidade.

Saudações fraternais,
Jeová Pessin Fragoso
Pelo Corpo de Voluntários

 

 

 
 
 
©2015. Grupo Esperança – Todos os Direitos Reservados