Cubatão direciona atenção às Hepatites Virais

Prezados amigos e parceiros,

A cidade de Cubatão na Baixada Santista, um dos mais importantes pólos petroquímicos do Brasil, organizou o seu I Simpósio de Hepatites Virais, evento que reuniu mais de uma centena de servidores da saúde do município, de todas as qualificações, o que amplia a multiplicação do conhecimento à atenção para a lide com a enfermidade, que entre as variantes da mesma, a do tipo C é hoje uma das maiores preocupações de saúde pública no Brasil e no mundo.

Organizado pela responsável atual pelo Serviço de Atendimento às doenças transmissíveis, Simone Aoki, o evento contemplou os 3 segmentos que pactuados podem facilitar a promoção da saúde da população frente à essa preocupante e incidente enfermidade, quando o inquérito matemático de prevalência realizado recentemente pelo MS indicou 1,4 milhões de brasileiros infectados com o VHC.

Dr Evaldo Stanislau, infectologista dissertou sobre os dados técnicos da doença e as novas e excelentes perspectivas de tratamento, nós como Associação de Pacientes e Organização da Sociedade Civil apontamos as dificuldades que precisam ser superadas e os avanços conquistados, e fechando o ciclo, a enfermeira Nilva Helena Roxo apresentou o fluxograma do ambulatório da especialidade.

O evento foi abrilhantado com a presença da Professora Maria Lucia Prandi, cujo histórico parlamentar nas diversas cadeiras que ocupou sempre trouxeram uma forte relação com a luta de enfrentamento da Hepatite C. Há quase duas décadas vem contribuindo de forma relevante nas tres esferas de governo para conquistas fundamentais, como o acesso à medicamentos e exames mais complexos.

Com novos tratamentos recém apresentados pela ciência e já em processo de distribuição no Brasil, a Hepatite C tende a apresentar cura importante e como preconiza a OMS, a meta é eliminar o VHC até o ano de 2030. No entanto, precisa haver a pactuação e o entendimento da atenção integral à enfermidade.

Mediante as palavras proferidas pelo Secretário Municipal de Saúde, Dr Benjamin Rodrigues Lopez, as Hepatites Virais passaram a ser incluídas no rol de prioridades da saúde do município que já detém um serviço no STA - Serviço de Tratamento Assistido, serviço esse que se destaca no cenário da Baixada Santista, tanto no acolhimento como no monitoramento, o que colabora com a adesão e consequentemente com o êxito do tratamento.

Durante o ciclo de palestras do Simpósio, foi realizada a testagem rápida para Hepatite C (Anti-HCV), em ação conjunta da SMS de Cubatão e Grupo Esperança.

Saudações fraternais,
Jeová Pessin Fragoso
Pelo Corpo de Voluntários

 

 
 
 
 
©2015. Grupo Esperança – Todos os Direitos Reservados