Novo Ministro

Novo Ministro da Saúde: O Dr. Arthur Chioro, que era secretário municipal de saúde de São Bernardo do Campo, sucedeu  o Ministro Alexandre Padilha, no Ministério da Saúde, assumindo no inicio de fevereiro.

O Dr. Arthur Chioro apresenta (resumidamente) o seguinte currículo. É graduado em Medicina, Mestre em Saúde Coletiva e Doutor em Ciências pelo Programa de Saúde Coletiva. Foi Diretor do Departamento de Atenção Especializada do Ministério da Saúde (2003-2005). Desde janeiro de 2009 exercia o cargo de secretário municipal de saúde de São Bernardo do Campo-SP. Em 2011, tornou-se presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo - COSEMS-SP. 

E o que podemos esperar dele em relação as ações nas hepatites?  Acreditamos que se for confirmada a indicação muito podemos esperar, dado seu histórico e comprometimento com a causa. 

Tudo começa quando quatro ONGs reunidas em São Paulo decidiram se unir e formar uma espécie de “Quatro Mosqueteiros” para lutar se necessário até a morte por mudanças na política do governo.  Para tal convidaram o Dr, Evaldo Stanislau para os assessorar e passar a coordenar os trabalhos e traçar estratégias.

A primeira ação, que foi o que consideramos o “ponta pé” inicial de tudo o que até o momento está acontecendo foi a realização do evento “A Cara da Hepatite C” em São Paulo no dia 04 de agosto de 2011 com mais de 250 participantes, tendo com objetivo o subtema "A epidemia oculta: os desafios no enfrentamento da hepatite C no Brasil!" 

O nome do evento “A Cara da Hepatite C ” não era referente a dar visibilidade a hepatite C e sim denunciar que dentro do Programa DST/AIDS as hepatites não tinham um líder, nem sequer um responsável para cuidar delas, não tinham nem sequer uma cara.  O Departamento DST/AIDS a considerava uma doença sem importância, na época a hepatite C era a prima pobre da AIDS.

Aquela ação foi o primeiro protesto denunciando que a hepatite C estava sendo ignorada desde que aconteceu a integração dois anos antes no Departamento DST/AIDS, foi o ponta pé inicial das reivindicações e denuncias as quais com o correr do tempo foram se somando outras associações de pacientes.

No evento, entre os palestrantes e debatedores estava justamente o Dr. Arthur Chioro, como Presidente do COSEMS-SP o qual foi veemente nas colocações sobre a urgente necessidade de estruturar uma equipe para cuidar das hepatites, com total autonomia e recursos.

Por tanto, devemos estar altamente esperançosos em relação à força e atenção que o Dr. Arthur Chioro como ministro vai dar as hepatites no Brasil, dando continuidade à atual gestão do Dr. Fabio Mesquita que em seis meses no cargo já criou uma equipe especializada e exclusiva para cuidar das hepatites.  Assim como nesses seis meses estamos trabalhando lado a lado com o Departamento DST/AIDS/Hepatites, continuaremos dando total apoio ao Dr. Arthur Chioro como ministro da saúde.  A única forma de vencer as hepatites é unindo todos os atores, todas as forças, pois ninguém conseguirá vencer se trabalhar isolado, sozinho.

Além do Dr. Arthur Chioro participaram do evento o Dr. Jarbas Barbosa,Secretário de Vigilância Epidemiologia/MS, os diretores do Programa DST/AIDS/Hepatites do Ministério da Saúde, os presidentes das frentes parlamentares das hepatites da Câmara Federal e da Assembléia Legislativa de São Paulo, Dra. Umbeliana, Coordenadora do Programa Estadual SP, do CONASEMS e outras autoridades.

O evento foi coordenado pelo Dr. Evaldo Stanislau Affonso de Araújo.  A organização foi um trabalho conjunto das ONGs Grupo Esperança - Santos/SP - Grupo Otimismo - Rio de Janeiro/RJ - GADA - São José do Rio Preto, SP e C Tem Que Saber C Tem Que Curar - São Manoel/SP, contando com a presença de mais 20 ONGs de todo Brasil.

Dr. Arthur Chioro durante o debate geral (o segundo a direita, de paletó marrom) Foto arquivo Grupo Esperança
Apresentação do Dr. Arthur Chioro sendo entrevistado pelo Dr. Evaldo Stanislau  Foto arquivo Grupo Esperança 
Cartaz do Evento

Voltar

 
 
 
 
©2015. Grupo Esperança – Todos os Direitos Reservados